Isabel Casimiro

O Comité Editorial d´Alternactiva endereça calorosas felicitações à companheira e professora Isabel Maria Casimiro pela sua eleição à presidência do Conselho para o Desenvolvimento da Pesquisa em Ciências Sociais na África (CODESRIA, sigla em inglês). A professora Isabel Casimiro foi eleita na última Assembleia Geral do CODESRIA que encerrou a 21 de Dezembro em Dakar, capital do Senegal.

O CODESRIA é a mais importante organização de pesquisa em ciências sociais no continente. É conhecido e reconhecido pelo seu esforço no articular de um pensamento académico pan-africano, assim como na produção do conhecimento no campo das humanidades e das ciências sociais. A Assembleia que a elegeu teve como um dos oradores principais o antigo presidente da Áfria do Sul, Thabo Mbeki. No passado, o CODERSIA teve na direção de seus órgãos sociais conceituados académicos africanos, tais como Sam Moyo, Samir Amin, Teresa Cruz e Silva, Dzodzi Tsikata, Achille Mbembe, entre outros.

A confiança que a Assembleia do CODESRIA depositou na Isabel Casimiro, uma mulher Moçambicana, conhecida pelo afinco na luta pelo feminismo, pela emancipação da mulher africana e por justiça social, tem um significado muito especial para o nosso país.

Até à data da sua eleição como presidenta do CODESRIA, Isabel Casimiro era membra do conselho executivo daquela organização de pesquisa. Isabel Casimiro é uma das fundadoras do Fórum Mulher – a mais importante organização feminista em Moçambique – e da WLSA (Organização para Pesquisa e Educação sobre Mulheres e Legislação, sigla em inglês). Foi deputada da Assembleia da República. É actualmente investigadora do Centro de Estudos Africanos, da Universidade Eduardo Mondlane, onde é docente. Integra vários projectos e colectivos internacionais de pesquisa e é activista pelos direitos humanos, especialmente das mulheres. É autora de um conjunto de trabalhos académicos sobre feminismos, género e movimentos sociais.

Alternactiva é uma plataforma de debate democrático dirigida por jovens activistas, académicos que lutam por justiça e emancipação social. A plataforma promove análise, reflexão e debate sobre os variados assuntos da via nacional.

O Comité Editorial

Partilhar este artigo
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email